CAFÈZINHO COM O LUIZ

Luiz Cândido Tinôco

 
SÓ O CANO VENCEU !
Na rodada do fim de semana pela “Segundona” do Rio de Janeiro, dos times da região apenas o Americano venceu; No jogo com o Campos Atlético Associação,foi revivido o velho clássico do futebol campista, sempre lembrado com carinho pelos saudosistas de plantão. O Cano levou a melhor, com um começo fulminante e duas falhas de marcação da defesa roxinha.
A primeira foi logo aos dois minutos de jogo com jogador do Americano entrando pelo setor esquerdo após passar pelo lateral do Campos e cruzar rasteiro para área. A bola passou por a extensão da área o defensor do roxinho deixou de colocar pela linha de fundo,não tendo observado que Juninho penetrava por traz . O jogador alvinegro só tocou pra rede fazendo 1 x 0 no placar.
O Segundo gol também deveu-se basicamente a um cochilo da defesa do time da “casa”. O atleta tinha a bola dominada e nem atrasou para o goleiro e muito menos chutou para fora das quatro linhas. Adrianinho veio por traz roubou-lhe a bola e tocou rasteiro para balançar outra vez a rede; 2 x 0. No intervalo o técnico Rafael Soriano conversou seriamente com os seus comandados ,principalmente procurando corrigir os erros de marcação do setor defensivo. No segundo tempo o Campos foi em busca do seu gol, mas além da bola beijar a trave em duas ocasiões , o goleiro Vander estava em tarde inspirada . O gol do roxinho só saiu aos 49 minutos, de pênalti convertido por Vinícius Paquetá. Agora o alvinegro é terceiro no Grupo A e o Campos caiu para quinto no grupo B;As duas equipes voltam a campo no meio de semana. Amanhã o Americano recebe o Barra Mansa em Cardoso Moreira e o roxinho vai enfrentar o Ceres no Rio de Janeiro.
Goyta perde e decepciona !!!
[
Depois de conseguir um bom resultado diante do Duque de Caxias na última quarta feira no Ari de Oliveira e Souza, quando venceu por 1 x 0, o alvianil da rua gás voltou a decepcionar:perdeu para o até então lanterna Belford Roxo, por 2×1 na tarde de domingo. O ataque do Azul perdeu inúmeras oportunidades no primeiro tempo, quando dominou inteiramente o adversário.E foi justamente o Belford Roxo a abrir a contagem com o atacante Luan, arriscando de fora da área num chute rasteiro que venceu o goleiro Magno. Isso aos 38 minutos de jogo. Mas antes do árbitro apitar o fim do primeiro tempo, Ricardo Bóvio cob. ! x 1 rando falta empatou o jogo. 1 x 1 foi o placar do primeiro tempo.
No segundo período o time da Baixada Fluminense conseguiu equilibrar as ações embora as maiores oportunidades de gol tenham sido do Azul. Mas aí prevaleceu o velho ditado “Quem não faz, leva”. E quem fez foi o Belford Roxo, aos 38 minutos, também numa cobrança de falta. Daí pra frente o desespero tomou conta do time alvianil que buscava o gol a todo custo enquanto os minutos passavam de forma implacável e o Belford se defendia como podia; Final o Goytacaz caindo para a sétima posição no grupo A. Nessa quarta feira, as 20 horas no Ari de Oliveira o Goyta recebe o Angra dos Reis que realiza boa campanha e está em segundo no Grupo A. É esperar pra ver; A maior torcida de Campos promete comparecer em massa.
LUIZ CÂNDIDO TINOCO – Narrador esportivo e Editorluiz candido tinoco e pá e bola
Anúncios

Um comentário

  1. E VIVA A SELEÇÃO

    Quando é que aqueles que já passaram dos 40 anos, poderiam imaginar que chegaria o dia em que os paraguaios se mostrassem aborrecidos porque a sua seleção empatou com a brasileira, nos campos de futebol.Ah..e nós, brasileiros vibrássemos
    justamente porque conseguimos já nos acréscimos o gol da igualdade. Nos anos de ouro do futebol brasileiro,quando jogadores só
    sentiam orgulho em vestir a camisa canarinho, de tantas glórias, respeitada como nenhuma outra, resultados absurdos como os que
    estão sendo observados nas eliminatórias sul americanas eram, simplesmente, inconcebíveis .
    Eu nem quero falar de Garrincha, o mito das pernas tortas, e Didi o rei da “folha seca” ,deuses da bola, que a turma dos 40 e 50 anos não se lembram. Mas vamos falar de gente como Zico, Doutor Sócrates, Tostão, Pelé, Rivelino, Paulo César Caju , o campista Amarildo, ” o possesso ” o casal 20, Washington e Assis, do Fluminense. Atletas cujos salários não chegavam sequer a 20% do que recebe hoje a maioria que prefere ser manchete jogando por clubes europeus,árabes ou asiáticos . Está tudo errado no futebol brasileiro.
    Antes a seleção de preparava para competições internacional realizando treinamento que chegava no mínimo a um mês.Antes da estréia
    aconteciam alguns amistosos até mesmo com times do exterior.Agora, o que se vê é a turma se apresentando dois ou três dias antes dos jogos oficiais.
    O Brasil disputou seis jogos nas eliminatória para o Mundial da Rússia e só venceu dois. Justamente com os adversários mais fracos: Venezuela e Peru. O time de Dunga e Gilmar Rinaldi estaria fora da Copa se as eliminatórias tivesse se encerrado da última terça feira.Afinal, está em sexto lugar, e se tivesse perdido para o Paraguay seria sétimo. Só se classificam diretamente os quatro primeiros enquanto o quinto disputa um mata mata com o campeão da Oceania. Ainda bem que os jogos somente serão retomados em setembro,depois da Copas América e dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.Até lá é possível que o bom senso prevaleça e a turma da CBF tome as providências que por enquanto são esperadas pelos torcedores brasileiros.Para os culpados pelo descrédito em que caiu a seleção brasileira “impeachment já ” ou seria golpe ?

    LUIZ CÂNDIDO TINOCO – LOCUTOR ESPORTIVO E EDITOR

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s